Corrida do Tejo

Foi à um ano que fiz a minha primeira prova, exactamente na Corrida do Tejo 2010 e como relatei no primeiro post deste blog foi na altura uma má experiência, não tanto a corrida em si, mas sim o pós-prova. Nunca me tinha sentido tão mal e tão cansado ao ponto de mal conseguir sair da cama.

Este ano apesar da xulice da organização em pedir 14€ pela inscrição, decidi voltar e ajustar contas com esta Corrida.

No inicio da época defini como objectivo fazer um bom resultado nesta Corrida, e depois do excelente tempo que consegui na Corrida do Sporting a expectativa estava muito alta, como tal passei a semana a tentar controlar um pouco a “euforia” e a dizer para mim mesmo que um resultado na ordem dos 55minutos seria excelente.

Como de costume arrumei tudo de véspera para não ter de andar a preparar coisas a pressa no dia da corrida de manhã, claro que como de costume atrasei-me e cheguei a Carcavelos, onde ia deixar o carro, já perto das 9h, ou seja só apanhei o comboio das 9:16. Mesmo assim não me posso queixar muito visto ter conseguido o ultimo lugar sentado no comboio… Chegado a Algés foi altura de tentar aquecer um bocadinho e esperar pela partida.

Enquanto se aguardava ia-se vendo os característicos vídeos de motivação da Nike e um animador a tentar, lá está, animar as pessoas até se dar inicio à contagem decrescente 10, 9, 8 etc etc e chegado ao 0 lá foi dada finalmente a partida. Tal como na corrida do Sporting tentem impor um ritmo forte logo desde o início o que é sempre complicado nestas corridas com tanta gente pois é necessário andar um pouco aos “S” nos primeiros quilómetros, mesmo assim acho que não me safei nada mal e consegui andar a um ritmo bem jeitoso no inicio

Tal como o ano passado consegui fazer a 1ª subida a um bom ritmo e chegado ao cimo ia uma senhora a minha frente a um ritmo mais lento e há um atleta que decide gritar algo do género “oh senhora deixe passar quem está a correr”, a senhora vira-se para trás e era nem mais nem menos que a Rosa Mota, nesta altura desata toda a gente que estava ali a volta a rir.

Não sei se pelo cansaço acumulado da Corrida do Sporting e dos últimos treinos ou se por outro motivo qualquer, não me ia a sentir tão fresco como no fim de semana anterior, de qualquer forma tentei manter-me sempre abaixo dos 5:30 para fazer um tempo na ordem dos 55minutos. Os quilómetros iam passando e estava a conseguir cumprir o objectivo, passei aos 5km com 27:11 e mais a frente passei a vontade pelo local onde no ano anterior tinha parado, meia vitória estava conseguida.

Do Km 6 até ao final não se passou nada de extraordinário, não tinha pernas para aumentar o ritmo por isso limitei-me a dosear o esforço para chegar ao fim. No último quilómetro lá fui buscar aquela energia que milagrosamente aparece sempre com a aproximação a meta tendo passado a mesma com o tempo de 00:54:27 -> Objectivo Cumprido. Tenho de confessar que apesar de ter cumprido o objectivo dos 55 minutos, fiquei um bocadinho desapontado por não ficar próximo dos 53m da Corrida do Sporting, mas pronto essa prova teve alguma circunstâncias especiais.

Resumindo, Corrida do Tejo 2011 concluída e objectivo cumprido, tinha a minha “vingança” feita, em relação à minha prova de estreia. Nada a apontar a organização, talvez com a excepção da já famosa polémica da entrega da medalha, que para ser sincero nem me apercebi até ler os relatos nos blogs e já no final de Domingo ter olhado com atenção para dentro do saco que deram no final. Apesar da boa organização, do percurso muito agradável e de ter sido a prova onde fiz a minha estreia em 2010, não sei se volto em 2012, o valor da inscrição é demasiado alto e apesar de ser uma imagem linda ver a marginal com tanta gente a correr, é demasiada confusão.

Dados Garmin

  • Distancia – 10.11 Km
  • Tempo – 0:54:28
  • Ritmo Médio – 05:23
  • BPM Médio – 174

——————————————————————–

Tracking: Tracking Corrida do Tejo 2011

Classificação Oficial: 00:54:27 – (3706 / 9346)

Classificações: Classificação Corrida do Tejo 2011

Fotos: 

5 thoughts on “Corrida do Tejo

  1. Por acaso não fui desta vez tanto pelo preço mas principalmente pela confusão. Começo a perferir corridas mais “pequenas”. Uma que é muito interessante é a S Silvestre da Amadora.

  2. Boa tarde Ganfas. Desde já os parabéns por essa prova e pelo tempo obtido. Foi num ritmo inferior ao da Corrida do Sporting, mas mesmo assim acho um tempo muito bom. Essa da Rosa Mota foi um grande momento🙂
    E como têm corrido os treinos para a Meia Maratona? Eu estou a pensar seriamente ir à de Lisboa, a 4 de Dezembro. Ainda tenho um mês para treinar. Vamos lá ver.
    Entretanto, desculpa colocar aqui esta questão, mas no próximo Domingo tenho uma prova e não sei bem como aquilo se processa. Um dorsal é um autocolante, ou é um simples papel? Em particular, como é que se fixa o dorsal à roupa? Isto pode ser básico, mas não faço mesmo a mínima ideia como aquilo se mantém preso à roupa sem cair🙂

  3. Boas, os treinos para a meia até têm corrido bem, fiz ontem o primeiro longo de 16Km, os últimos quilómetros custaram um bocado mas aos poucos vai melhorando, até 4 de Dezembro ainda tenho algum tempo.

    Em relação a tua prova, o que acontece normalmente é o dorsal ser em papel e precisares de alfinetes de dama para prender o dorsal à camisola. Há provas em que dão alfinetes outras não, o melhor é precaveres-te e tentares arranjar pelo menos 2 (eu costumo usar 4, um em cada canto).

    Boa Sorte para Domingo

  4. Pingback: X Milhas do Guadiana – 2011 | Ma Ke Jeto, Mosso on Sports

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s