O corredor que não corre

Pois é, tenho andado com um grave problema. Por mais voltas que dê e desculpas que vá arranjando resume-se tudo a falta de motivação.

Sim é verdade que está frio, é verdade que não consigo levantar-me cedo para correr de manhã e que à tarde quando saio o trabalho já é de noite, é verdade que aos domingos de manhã é bom é na caminha, etc etc etc podia estar aqui a fazer uma lista de “desculpas” que tenho usado para não correr mas por trás de cada desculpa está uma grande falta de motivação que não ajuda nada.

Não fui ao GP do Atlântico, não vou à Corrida da Árvore e deixei passar a inscrição da meia maratona da ponte, não estou em condições de participar em nenhuma prova.

Preciso de me motivar novamente, recomeçar com calma, por isso hoje (1 mês depois da ultima corrida a serio) corri! Devagar,pouco e as 7 da manhã mas corri…

 

29 de Fevereiro de 2012

Distância: 4 Km

Tempo: 26min 31seg

Ritmo: 6:36 min/Km

6 thoughts on “O corredor que não corre

  1. Não gostei do teu discurso, nem pareces a mesma pessoa que já à algum tempo acompanho. Onde é que está o gajo que ainda arranjou forças além do limite para acabar a meia-maratona a correr?
    Não sou diferente, também gosto da bela da ronha, mas ás vezes tenho que dar uma porradas mentais a mim próprio para calçar os ténis. Depois tudo passa.
    Tens que dar o primeiro passo porque ninguém o dá por ti ou te empurra da cama para fora.
    FORÇA!!!

    • Tens razão, praticamente desde a 1a prova de Janeiro que vim ficando cada vez mais desmotivado.

      Este mês inteiro parado deu para começar a sentir um bocadinho de falta de correr. Hoje até consegui a proeza (para mim), de me levantar mais cedo e ir treinar. Vou recomeçar os treinos com calma, sem grandes objectivos para já, além do recuperar a forma física.

      Ainda não conhecia o teu blog, já o vou adicionar aqui à lista.

      Obrigado pelo incentivo🙂

  2. Ganfas, a ronha e a preguiça são tramadas. Se não temos cuidado com elas, em pouco tempo levam-nos à condição onde nós olhavamos para quem corria e só diziamos: “bem que eu gostava de ser assim”. Arrebita! Paragens dessas são normais. Só é preciso é que não se tornem um hábito. Recomeçar também custa, é certo. Mas a maravilha do corpo humano é que ele não se esquece do que já fez. Vais ver que com poucos treinos voltas à condição que tinhas antes. E quando tiveres dúvidas ou a ronha começar a falar alto, lembra-te das conquistas desportivas que já fizeste e do gozo que tinhas ao acabar uma prova. Força nesses treinos!

    • Este sábado fiz 10 Km😀 tinha pensado fazer um “longo” de 6 ou 7Km mas apeteceu-me ir até a vila de Sintra e pronto acabei a fazer 10Km.

      Fiquei bastante satisfeito por os conseguir fazer, claro que foi num ritmo lento (cerca de 6:45 min/km) mas para já não estou preocupado com isso, alias até foi um treino em que pouco olhei para o relógio ao contrario do que fazia antes.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s