Meia Maratona de Portugal – Rock ‘n’ Roll

Ora bem, o que dizer sobre esta prova? Aquela que era o primeiro objectivo do ano e onde queria ter um desempenho razoável, ou seja, acabar sem me sentir a morrer. Pois… foi novamente um desastre, não tanto como o ano passado mas foi má o suficiente.

Nem tudo correu mal, ok acordei tarde e tive de ir um bocadinho mais rápido para o Parque das Nações mas consegui estacionar à primeira e meter-me na enorme fila para os autocarros às 09 horas conforme previsto. Depois foi só esperar tal como o ano passado:

09:30 – Entrar no Autocarro

10:00 – Sair do Autocarro já na ponte

10:15 – Chegar ao local da partida da Meia Maratona e esperar

Km 0 – Km 5

Assim que foi dada a partida meti o meu ritmo de 06:30 min /Km, lento, como queria, mas deu logo para ver que algo não estava bem, não ia cansado de pernas, mas o ritmo cardíaco estava mais alto do que devia e do que era costume, alem disso tinha aquela sensação estranha de que algo não esta a funcionar a 100%.

Estes primeiros Km passaram-se rapidamente sem problemas sem grandes motivos de interesse excepto a passagem pelo Oriente onde estavam algumas pessoas a aplaudir.

Km 5 – Km 10

O percurso desta meia maratona é extremamente aborrecido, sim o terreno é plano e dá para bons tempos, mas sinceramente andar a correr junto a edifícios abandonados de um lado, edifícios degradados do outro (e o rio) e  sem se ver ninguém na estrada é chato e apenas as bandas colocadas ao longo do percurso iam quebrando a monotonia.

Ao longo destes 5 quilómetros o meu ritmo ia caindo, não estava mal, mas inconscientemente fui abrandando. A única coisa que continuava a subir era o ritmo cardíaco.

Km 10 –  Km 15

Estes foram os últimos quilómetros decentes (com a excepção do km 17 e 18). Cheguei finalmente ao ponto de retorno e claro que os abastecimentos de gel / bananas já estavam vazios, nada de novo já contava com isso por isso acabei por tomar o gel que tinha levado de casa. No entanto o ritmo caia cada vez mais e a passagem no viaduto mandou-me abaixo e tive de ir a caminhar.

Km 15 – Km 20

Tal como o ano passado estes foram os piores quilómetros, desta vez ao menos tinha pensos nos mamilos e isso não era um problema. As pernas é que já não davam mais, fui alternando corrida com caminhada até que oiço atrás de mim “Olá João”. Era a menina que vinha a correr, claro que aproveitei a boleia e fui com ela em conversa.

Esta “parceria” acabou por me rejuvenescer um bocado e do Km 17.3 até ao 19.8 consegui ir sempre a correr. Muito obrigado menina, se não fossem estes Km com companhia tinha sido uma parte final de prova extremamente complicada.

Apesar da boleia, a última subida entre 2 rotundas já a chegar ao Parque das Nações estoirou de vez comigo, sensação de cansaço extremo, mal disposto, e tal como o ano passado foi um sacrifício do caraças conseguir chegar ao fim.

Conclusão

2 participação, segunda vez que esta prova me corre mal. Desta vez com uma preparação melhor (não a ideal, apenas um pouco melhor) e continuei a acabar a sentir-me mal disposto e extremamente cansado. Não sei porquê se é do calor, se é da alimentação durante a prova e ao pequeno almoço, não sei.

Com base nesta ultima experiência vou optar por deixar as Meias Maratonas de lado nos próximos tempos (ou seja não vou participar na de Lisboa em Dezembro), e vou dedicar-me a treinar de forma mais regular e baixar o tempo nos 10 Km.

Dados Garmin

  • Distancia – 21.26 Km
  • Tempo – 02:30:50
  • Ritmo Médio – 07:06 min /km
  • BPM Médio – 166
  • Calorias – 1594
  • Elevação – 327 m

———————————————————–

TrackingTracking Meia Maratona de Portugal

Classificação Oficial – 4509 / 4895(Tempo Oficial: 2:33:17 / Tempo Chip: 2:30:48)

Classificações

Fotografias

2 thoughts on “Meia Maratona de Portugal – Rock ‘n’ Roll

  1. Mas não desmoralizes só porque não correu tão bem como esperavas.
    É continuar a treinar e para a próxima vai correr melhor.
    Força e bons treinos!

  2. Foi bom encontrar uma cara conhecida já nesse ponto da corrida, porque ajuda um bocadinho a distrair das pernas cansadas… É pena que não tenha corrido como esperavas, mas agora só estás a precisar de uma prova que te levante novamente a moral. Como correu a corrida do Sporting?

    E que tal a Meia da Ponte 25 de Abril para o ano? Estou a pensar inscrever-me nessa para a Meia nº 2.

    Boas corridas!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s