20ª Corrida do Monge

Depois de ter gostado tanto do trail da Corrida do Guincho não podia deixar escapar esta prova e mesmo com um casamento na véspera no dia da prova lá estava eu junto ao local de partida preparado para o que ai vinha.

Após estacionar o carro fui levantar o dorsal, para logo de seguida voltar ao carro onde acabei por vestir o corta vento, já que apesar de não estar a chover, sentia-se um vento bem fresco e fiquei com receio de ter frio durante a prova.

Quando estava novamente a chegar à zona de Partida encontro o Bruno Marques e o João Cabanas com quem fui fazer um pequeno aquecimento. Com o aquecimento feito fomos para perto do pórtico onde encontrei a Menina, a Isa e o Vitor com quem iria acabar por fazer toda a prova.

O tiro de partida foi dado e pimba… tomem lá com uma subida logo no inicio que é para não terem ideias parvas de fazer uma prova rápida. Esta subida começou por ser feita em empedrado (já disse que odeio correr em empedrado?) e depois de uns 200 metros passou finalmente para trilho. Apesar da mudança do piso a inclinação manteve-se praticamente até ao Km 3.

Nesta altura já se tinha formado um grupo de 5 pessoas (Eu, Rute, Isa, Vitor e o Bruno). Para a frente não víamos ninguém e para trás também não apesar de termos a ideia de seguirem alguns atletas atrás de nós. Entre corrida e caminhada lá fomos avançando sempre com muita conversa à mistura o que estava a tornar a prova bastante agradável, sem darmos sequer pelo tempo a passar.

A primeira noção que tivemos do tempo foi por volta do Km5 onde reparei que íamos com quase 50 minutos de prova. Mais ou menos nesta altura acabou a subida e entrámos numa zona mais técnica onde tínhamos de ir com bastante cuidado para não cairmos. Foi das zonas mais giras da prova já que em vez de estradões de terra estávamos a seguir mesmo pelo meio das árvores. A descida continuou até que passamos por uma zona fantástica ao lado de um riacho onde de vez em quando tínhamos de passar por pequenas pontes de madeira no meio do trilho.

Eu tinha reparado num quadro com a altimetria no regulamento da prova e lembrava-me de ter visto uma linha em que falavam em 21% de inclinação. Ora bem 21% parece muito ao ver o número, mas ao ver a subida à nossa frente é bem pior. Ao passar por um senhor da organização ouvimo-lo dizer “a jeitosa vem já ai”, confesso que na altura não percebi o que ele queria dizer mas ao fazer a curva seguinte desatei a rir… não nos podiam fazer subir aquilo, pois mas fizeram:

De baixo para cima (Foto roubada à Rute)

De cima para Baixo (foto roubada à Isa)

Nunca uma subida me custou tanto, acho que ninguém faz aquilo a correr e na altura só agradeci não estar a chover porque acho que teria sido bem pior. Após largos minutos de subida chegámos ao cimo e a vista fazia esquecer tudo o resto.

Do cimo desta terrível subida até ao final era novamente a descer e acabámos por conseguir ainda acelerar um bocadinho.

Acabei por cortar a meta com quase 2 hora de prova longe da 1h 30m que tinha pensado. No entanto os 30 minutos a mais acabaram por ser de diversão e só por isso valeu a pena.

Foi sem duvida a prova mais dura que fiz mas para o ano quero voltar, é que o que esta prova tem de dura também tem de belo. Ao juntar-se à beleza do percurso temos uma enorme simpatia de todos os voluntarios espalhados ao longo da Serra,  um percurso bem assinalado e 2 abastecimentos (PS: pessoas que deitam as garrafas para o chão custa assim tanto levar a garrafa até ao proximo abastecimento ou beber e deixar logo ali? É mesmo necessário sujar a Serra da maneira vergonhosa como o fizeram nos metros seguintes ao abastecimento?)

Dados Garmin

  • Distancia – 11.99 Km
  • Tempo – 01:56:06
  • Ritmo Médio – 09:41 min /km
  • BPM Médio – 162
  • Calorias – 1278
  • Elevação – 600 m

———————————————————–

TrackingTracking 20ª Corrida do Monge

Classificação Oficial – 273 / 281

Classificações

Fotografias

5 thoughts on “20ª Corrida do Monge

  1. Caro Ganfas, também estive nessa corrida, pelos vistos cruzámo-nos sem nos conhecermos! Também fiquei fã do percurso e com vontade de me aventurar mais no trail. E como tu, também me arrepiei com as garrafas na beira do caminho, mesmo no meio da floresta…
    Abraço e até uma destas provas

  2. Tardou mas foi!😉
    Eu ADOREI a experiência. O trail do Guincho também foi tão técnico como este? É que assim é que tem graça, mesmo demorando uma eternidade…🙂
    Para o ano também lá estarei novamente, claro. E vamos dominar a “jeitosa”! lol🙂
    Obrigado pela vossa companhia!

    PS: Achei que a prova estava bem organizada, os colaboradores foram impecáveis, mas estou ctg nessa das garrafas deixadas pelo percurso…

    Beijinhos e boas corridas

  3. Parabéns por uma bela participação.
    Pode ser uma prova dura mas é bem divertida.
    Rute na minha opinião o trail do Guincho é menos técnico mas tem uma paisagem linda e começa a descer…

    • Também achei o trail do Guincho menos técnico e mais simples. A paisagem é também bastante interessante só que em vez de andarmos tanto no meio da Serra vamos mais junto ao mar.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s