VI Corrida Luzia Dias

Por norma tento sempre chegar cerca de 45m / 1h antes da hora da partida das provas. Este fim de semana atrasei-me um bocado a sair de casa, mais o tempo a procura de lugar para o carro acabei por chegar à partida faltavam 20 minutos para as 10h. Isto não seria um problema se não estivesse uma fila enorme para levantar o dorsal.

Sem alternativa já que a solução era ter chegado mais cedo fui para o fim da fila. Passado um bocado colocaram-se mais uns atletas atrás de mim que começaram logo a mandar vir com a organização, que antes é que era bom e que filas assim não podia ser. Sou o único a achar que o problema da fila é as pessoas irem levantar o dorsal em cima da hora? Criticar a organização quando o problema resolve-se chegando mais cedo não me parece normal.

Continuando, 5 minutos antes da partida obtive o dorsal, e meti-me no fundo do pelotão a correr às voltas para tentar fazer um pequeno aquecimento. Não demorou muito a ouvir-se o tiro de partida.

LuziaDias2013_Partida1

Como tinha dito no post anterior o plano era dar o meu máximo para fazer um tempo na ordem dos 57 / 58 minutos. Para isso tinha de começar a acelerar logo de inicio e assim o tentei fazer.

Comecei a prova a sentir-me bastante bem e depois de toda a gente dispersar consegui manter um ritmo estável de 5:40

A prova começa logo a subir para uma primeira passagem na alta de Lisboa, apesar da subida consegui aumentar o ritmo e continuar a sentir-me bem, a motivação estava em alta, até que comecei a sentir uma dor na perna direita.

Chegados ao alto toca a descer para a alameda das linhas de torres, e como disse comecei a sentir a perna direita meio esquisita, primeiro foi joelho e depois passou para o resto da perna. Fui tentando não ligar muito aquilo e continuar já que a parte seguinte da prova seria toda a direito.

Fizemos quase toda a Alameda novamente até ao local da partida, mas apesar desta parte ser plana foram os piores kms a nível de ritmo. Comecei a sentir-me mais cansado e com a perna a incomodar não conseguia acelerar.

LuziaDias2013_Ritmo

Na zona da ameixoeira estava o abastecimento e à nossa frente ia começar novamente a subida. Estranhamente a dor da perna passou, comecei a sentir-me melhor e com alguma energia ainda para gastar. Já não é a primeira vez que me acontece isto. Ter uma primeira parte de treino / prova rapido, no meio quebrar e depois ao Km 7 sentir-me bem novamente.

Apesar de estarmos a subir novamente aproveitei estas boas sensações e aumentei o ritmo, o que teve como resultado começar a passar vários atletas que aumenta e de que maneira a motivação. Ia com receio da parte final da prova, mas se o corpo ia bem a 05:30 porque não continuar?

Entrámos no Parque da Quinta das Conchas onde se notava bem o temporal do dia anterior e ao aproximar-me da zona onde iríamos entrar nos trilhos somos mandados para o lado contrário, na altura pensei que fossemos entrar nos trilhos pelo outro lado, mas uns metros mais à frente vejo que afinal íamos cortar logo a meta. Não havia muito a fazer foi acelerar e cortar a meta com 52m30 e 9.4Km.

MA130120_2036

Confesso que na altura fiquei um pouco frustrado por a prova não ter os 10 Km, a manter o ritmo de 05:30 fazia um tempo final de 56 minutos, o que para mim seria excelente tendo em conta os últimos tempos aos 10K.

Passada esse curto período de frustração claro que compreendo o não irmos para os trilhos, com o temporal do dia anterior devia ser bastante complicado passar por lá, e acima de tudo deve estar a segurança dos atletas.

A história da perna direita esta agora a voltar, fiquei mais dorido nesta perna do que é costume, vamos a ver como corre o resto da semana sabendo que tenho 17Km para fazer no GP do Fim da Europa no próximo Domingo.

Detalhes da Prova:

LuziaDias2013_Resumo Tracking – VI Corrida Luzia Dias
Classificação Oficial – 786 / 1090
Tempo Oficial – 00:53:11
Tempo Chip – N/A
Tempo Ano Anterior – 01:00:52

Classificações

Fotografias

4 thoughts on “VI Corrida Luzia Dias

  1. Obrigado🙂

    A dor na perna foi esquisita, deu na altura e durante uns quilómetros e depois passou. Voltou foi nos dias seguintes à prova. Suspeito que isto está tudo relacionado com o tendão de aquiles desta perna e tenho andado a evitar uma visita ao médico porque provavelmente me vai mandar parar uns tempos.

    Esta semana lá ganhei coragem e marquei consulta para ver se descubro o que se passa aqui, mas antes disso ainda vem o GP Fim da Europa, domingo lá nos encontramos.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s