GP Fim da Europa

Estava com grandes expectativas para esta prova de tão bem que se fala dela. Sabia que ia ser duro e que a previsão de tempo não ia ajudar, mas já no dia anterior estava bastante entusiasmado enquanto preparava tudo para Domingo.

SAMSUNG

O dia da prova começou como estava previsto – chuva. Tomei um bom pequeno almoço e às 9h fui para Sintra. Continuava a chover e fui do carro até ao local da partida com o corta vento vestido que ia ficando já demasiado molhado. Acabei por deixa-lo na mochila juntamente com a muda de roupa que ia ser transportada até à chegada.

Depois de deixar a mochila fui abrigar-me na fonte mourisca juntamente com muitos outros atletas que lá estavam. Ao faltarem 20 minutos para a partida fui fazer a típica corrida de aquecimento. Já tinha também parado de chover.

Sabia que a prova ia ser muito dura, e que a dureza começava logo no inicio por isso não impus nenhum ritmo nem tempo para chegar ao fim, a ideia era deixar-me ir  conforme o corpo fosse aguentando.

Europa2013_Grafico1

Tinha visto a altimetria da prova e já sabia ao que ia, mas isto de olhar para mapas e

correr é diferente e os primeiros 4 Km de prova bem o provaram. Nem há tempo de rolar um bocadinho assim que se começa a correr é a subir e sem oportunidade para descansar.

Ainda parei umas 2 ou 3 vezes durante a subida, mas cada vez que parava era incentivado e “puxado” pelo João.

Chegados ao cimo deu para aumentar um bocadinho o ritmo e rolar durante os quilómetros seguintes. É-me complicado descrever a beleza desta prova, quem conhece Sintra sabe como é percorrer a Serra mas o ir a correr em vez de ir no carro é muito mais agradável, e apesar de toda a destruição resultante do temporal, foi fantástico correr  naquelas estradas.

Desde que chegámos ao primeiro “topo” apanhámos nevoeiro, em algumas zonas mais forte não se vendo mais que uns 100 metros, isto impedia-nos de ver a vista mas por outro lado dava um ar mais “místico” à prova.

Europa2013_Grafico2

Depois das dificuldades do inicio ia a sentir-me bastante bem e a adorar estar a correr por ali. Tinha consciência que vinha uma segunda subida pela frente mas pensava que a conseguiria fazer a correr, estava bastante enganado. Esta segunda subida era mais curta mas talvez mais inclinada que a 1ª e a solução foi ir a andar novamente até chegar lá acima.

Europa2013_Grafico3

Os restantes 6 Km iam ser a descer e aproveitámos para embalar e aumentar o ritmo. Apesar da descida o acumulado de quilómetros e de metros a subir começavam a fazer mossa e a parte final da Azoia até à meta ainda custou um bocadinho, mas acabámos por chegar bem e com um tempo final de 1h e 51 minutos.

Conclusão:

Depois de um ano sem esta prova, tenho de agradecer a todos os quer tornaram possível o seu regresso pois caso contrário não tinha tido a oportunidade de a fazer. É realmente uma das provas mais bonitas em que já participei. Sim é dura mas o percurso compensa isso tudo e faz esquecer qualquer subida que apareça.

DSCN4400

Em relação à organização nada a apontar, foi tudo excelente e a oferta do íman alusivo à prova é uma forma engraçada e diferente de nos fazer recordar a mesma.

Detalhes da Prova:

Europa2013_Resumo Tracking – GP Fim da Europa
Classificação Oficial – 829 / 909
Tempo Oficial – 01:51:26
Tempo Chip – N/A
Tempo Ano Anterior – N/A

Classificações

Fotografias

4 thoughts on “GP Fim da Europa

  1. Espero que para o ano consiga fazer-te companhia, deve ser brutal a paisagem e a prova em sim. Grande abraço mano, sempre a melhorar😀

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s